Hipótese subsumível à transação no contencioso tributário?