Receita Federal leva “pito” de ministra do STJ