Tribunal mantém condenação por assédio moral praticado contra empregada de religião afro-brasileira