Palavrões e sexismo em aplicativo de mensagens resultam em condenação de empresa por dano moral