TRF-1 decide ser admissível a entrega da declaração de compensação tributária em meio físico