Justiça mantém justa causa aplicada a trabalhadora por mensagens postadas no Facebook